Quem somos

Sistema B

Na América Latina e no resto do mundo, nós e milhares de pessoas nos reconhecemos como parte de um movimento em que o encontro surge quando percebemos que compartilhamos a mesma busca: uma nova “genética” econômica que permita que os valores e a ética inspirem soluções coletivas sem esquecer as necessidades particulares.

Este movimento não é guiado por nenhuma ideologia ou pessoa em particular. Ele é motivado por milhares de pessoas que querem trabalhar por um mundo melhor e não apenas por um salário.

Nossa proposta não se limita ao trabalho das equipes executivas: ele também leva a uma economia que inclua todos nós e que possa criar valor integral para o mundo e a Terra, promovendo formas de organização econômica que possam ser medidas com base no bem-estar das pessoas, das sociedades e da Terra de forma simultânea e com considerações de curto e longo prazo.  

Missão y Visão

Missão:

Construir um ecossistema favorável para fortalecer empresas que usam a força do mercado para solucionar problemas sociais e ambientais: as Empresas B.

Visão:

Uma economia onde o sucesso seja medido pelo bem-estar das pessoas, das sociedades e da natureza. “Redefinindo o sentido de sucesso na economia”.

Nossa cultura:

Construir em Conjunto

Construir com o outro.

Trabalhar de forma aberta.

Aceitar opiniões.

Criar parcerias.

Construir relações de confiança.

Responsabilidades mútuas.

Compartilhar responsabilidades.

Não centralizar; saber delegar.

DIVERSIDADE

Respeito. Humildade.

Abrir o campo de visão das redes do movimento (sair do nosso círculo mais próximo) como pessoas e como equipe do Sistema B.

Apreço mútuo pelas diferenças.

PAIXÃO

Entrega pessoal.

Energia positiva.

Ser um guardião do propósito.

Alinhamento pessoal com o propósito.

Inspiração mútua.

Generosidade.

Gratidão.

Solidariedade.

Empatia.

 

Generosidad.

 

INTERDEPENDÊ

Indivíduo, sociedade e natureza.

Integralidade.

Respeito.

Atuar em redes.

Trabalhar de forma sistêmica.

Medir as consequências das ações.

INOVAÇÃO

Criatividade.

Entusiasmo.

Questionar as ações e suas consequências.

Ser vanguardista.

Pensar na essência das ações.

Ser simples (menos é mais).

Ser transformador: questionar o status quo. Geração do milênio.

 

CUIDADO

Atenção.

Amor.

Equilíbrio.

Boas vibrações.

Carinho por si e pelos outros.

Diversão.

Respeitar os tempos de cada um.

Agir de forma interdependente.

Actuar de forma interdependiente.

Diretoria e equipe internacional

Pedro Tarak (Argentina)

Cofundador e atual presidente de Sistema B Internacional. Membro do Conselho Assessor da B Team. Desde outubro de 2014 é Embaixador Global do Movimento de Empresas B, reconhecimento outorgado pelo B Lab dos EUA. Advogado da Universidade Nacional de Buenos Aires com mestrado (LLM) em Política e Direito Comparado e Internacional Ambiental da Universidade de Indiana. Foi assessor jurídico da Vice-presidência da Nação Argentina no primeiro período democrático do país. Promoveu regimes ambientais e mecanismos de participação cidadã em nove países da América Latina com o apoio do PNUD, da OEA e do Banco Mundial. Pedro é o primeiro representante da AVINA na América Latina.

Celia Cruz (Brasil)

Antes de unir-se ao pessoal do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) em 2012, Célia foi diretora da Ashoka Canadá de 2009 até 2011, diretora executiva da Ashoka Global Fellowship por um ano e meio e diretora da Ashoka Brasil e Paraguai durante cinco anos. Célia trabalhou no Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), onde coordenou o Programa Doar, de desenvolvimento da comunidade, por dois anos, com o objetivo de implantar as fundações comunitárias nas cidades brasileiras.

Yolanda Kakabadze (Equador)

Presidente internacional da WWF e membro da B Team. Em 1979 foi nomeada diretora executiva da Fundación Natura em Quito. Entre 1990 e 1992 coordenou a participação das organizações da sociedade civil na Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento e em 1993 criou a Fundación Futuro Latino-americano, que presidiu até 2006. Teve destaque seu desempenho como Ministra do Meio Ambiente do Equador (agosto de 1998 a janeiro de 2000). Foi presidente da União Mundial para a Conservação (UICN), membro da Diretoria do Instituto de Recursos Mundiais (WRI) e copresidente do Grupo de Trabalho sobre Sustentabilidade Ambiental do Projeto do Milênio das Nações Unidas. Em 1991 recebeu o Prêmio Global 500 do PNUMA.

Jorge Caillaux (Peru)

Advogado formado pela Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP), fundador em 1986 e atual presidente da Sociedade Peruana de Direito Ambiental (SPDA). No campo empresarial atua como diretor do Grupo Drokasa S.A. e da Agrokasa Holdings S.A e de suas filiais Sociedade Agrícola Drokasa S.A. e Drokasa Peru S.A. Também é diretor da Certificaciones del Perú S.A. e da Certimin S.A., entre outras empresas peruanas.

Marcel Fukayama (Brasil)

Empreendedor social. Cofundador do Sistema B Brasil e Din4mo e empreendedor cívico da RAPS. Está envolvido em iniciativas da nova economia e educação. Tem como objetivo usar a força do mercado para resolver os problemas sociais. Mestre em Administração Pública pela LSE. É um dos líderes do movimento global de Empresas B na América do Sul e foi mencionado na lista Forbes do Brasil de pessoas abaixo de 30 anos.

Equipe Internacional

Juan Pablo Larenas

Cofundador e diretor executivo do Sistema B Internacional. Companheiro da Mane e pai de Martín e Violeta. Maratonista por necessidade. Engenheiro comercial pela Universidade do Chile e mestre em Gerência do Desenvolvimento pela London School of Economics, Reino Unido. Cofundador e membro da Diretoria da Late! (www.late.cl), Empresa B que doa 100% de seus lucros a causas sociais. Diretor da Associação de Empreendedores do Chile (ASECH), associação sindical com mais de 20.000 sócios empreendedores, e diretor da TECHO. Fellow da Ashoka, a principal rede de empreendedores sociais do mundo. Professor das Universidades Adolfo Ibáñez e Alberto Hurtado.

Pablo Bascur

Coordenador do projeto FOMIN. Engenheiro Civil Industrial da Universidade da Fronteira, mestre em Gestão da Sustentabilidade pela Universidade do Desenvolvimento, ex-gerente de Sustentabilidade da Deloitte, assessor da Universidade Tecnológica Metropolitana (UTEM) para seu processo de credenciamento ante a CNA, com mais de 10 anos de experiência assessorando empresas de diversos setores em Sustentabilidade/Responsabilidade Social Empresarial (RSE).

Claudia Francisca Moltedo Sciaccaluga

Analista de Operações do Sistema B Internacional. Formada em Engenharia Comercial pela Universidade Adolfo Ibáñez em 2015 com especialidade em Negócios Sustentáveis. Apoia nas áreas de finanças e controle de gestão do Sistema B Internacional.

Eleni Papadopulou

Diretora de Desenvolvimento, encarregada de gerar mais e melhores Empresas B no Chile e na região. Economista com mestrado em Gestão Ambiental pela Universidade de Nottingham (Reino Unido). Experiência na liderança de projetos de inovação na indústria florestal desenvolvendo novas oportunidades de negócio de triplo impacto.

Sebastian Troncoso

Analista de Certificação e Padrões. Seu propósito é apoiar as empresas interessadas em se certificar como Empresa B regionalmente e que possam continuar aumentando seu impacto positivo social e/ou ambiental. Engenheiro Civil Industrial Ambiental da Pontifícia Universidade Católica do Chile. Amante do futebol.

Ignacia Herrera

Designer do Sistema B Internacional. Bacharel em Design Integral pela Universidade Católica do Chile em 2012. Designer em meio período da Empresa B Smartrip. Participou no design de vários projetos associados ao Sistema B, como na Company Builder 2015 e na 101 Soluciones.

Magdalena Ibarbia

Encarregada das Comunicações Regionais do Sistema B Internacional. Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Nacional de Cuyo. Possui nacionalidade argentina mas é cidadã de Santiago do Chile. Autora da tese “Por que as empresas podem mudar o mundo? Plano de Comunicação para divulgar as Empresas B em Mendoza”. Interesse em dar boas notícias ao mundo.

Soledad Carrasco

Encarregada do Departamento de Administração e Finanças do Sistema B Chile e região, faz a contabilidade e administra tudo o que concerne entradas e saídas financeiras da Fundación. Zela pela ordem dos recursos e tem contato direto com os doadores e/ou projetos, aos quais deve apresentar prestações de contas. Casada e mãe de Damián e Isidora.

Ricardo Díaz

Encarregado da Contabilidade do Sistema B Chile e região, especialmente com relação ao preparo dos balanços, demonstrativos de resultados e relatórios financeiros que devem ser apresentados aos doadores e/ou projetos. Contador e auditor do Instituto Profissional IPP Chile. Casado e pai de Damián e Isidora. Amante do futebol.

Gonzalo Muñoz

Membro da diretoria do B Lab (USA). Cofundador do Sistema B e CEO da TriCiclos, primeira Empresa B certificada na América do Sul. Depois de trabalhar em empresas agroindustriais tradicionais por alguns anos, deixou a vida corporativa para criar em conjunto a TriCiclos. Prêmio nacional de inovação em meio ambiente (AVONNI) 2011. Personagem ambiental do Chile (MMA) 2012. Empreendedor social do Chile (Fundación Schwab) 2013. Empreendedor social do ano de 2015 do World Economic Forum. Líder responsável global (Fundação BMW) 2016. Ashoka Fellow desde 2011. Empreendedor Endeavor desde 2014. Cofundador e presidente da diretoria da Viña Polkura. Cofundador da ASOGES (Associação de empresas sociais do Chile) e do MOVI (Movimento de viticultores independentes do Chile).
*Desde 2015 o Sistema B tem representação na diretoria do B Lab: https://www.bcorporation.net/what-are-b-corps/about-b-lab

Líderes Iniciativas Estratégicas

Maria Emilia Correa

Cofundadora do Sistema B, diretora da Academia B. Agente de mudança e empreendedora comprometida, é especialista em sustentabilidade e empresa. Membro de vários Conselhos de Administração, assessora empresas em negócios de triplo impacto. Professora convidada da Universidade de los Andes, Colômbia, é palestrante em diversos eventos internacionais. Foi vice-presidente de Sustentabilidade do Grupo Nueva e diretora de Sustentabilidade da Natura Cosméticos no Brasil.

Tomás de Lara

Líder da iniciativa Rio+B. Cofundador da Goma, associação e espaço de colaboração para empreendedores sociais, professor em cursos de inovação social em vários países, tecedor de redes de negócios sociais, conselheiro do Instituto Coca Cola Brasil e cofundador dos hubs da Global Shapers de Porto Alegre e Rio de Janeiro. Cogestor do Sistema B Brasil, Rio+B e Colaboramérica

Sebastián Rodriguez

Líder de acesso a mercados do Sistema B Internacional. Engenheiro Comercial, mestre em Marketing, Universidade Adolfo Ibáñez. Fez parte da equipe de Un Techo Para Chile para a reconstrução no terremoto de 27 de fevereiro de 2010. Depois dirigiu a reformulação do Capital Semilla Nacional de Sercotec, Ministério de Economia. Foi chefe do CONTACTChile, programa do ProChile que internacionaliza empreendimentos inovadores, e encarregado da área de Investimentos desta organização. Professor de Empreendimento e Liderança da Universidade do Desenvolvimento.

Camila Matos

Coordenadora do programa Medindo o que Importa. Formada em Relações Internacionais pela Universidade Estadual Paulista e em Gestão Ambiental pelo Senac. Começou sua carreira no Aspen Institute dentro da Aspen Network of Development Entrepreneurs Capítulo Brasil, onde participou do desenvolvimento de eventos e projetos destinados ao setor de Investimento de Impacto e no fomento do espírito empresarial social local. Também trabalhou com temas de oportunidades e riscos ESG com foco em Investimento de Impacto, participando do desenvolvimento de uma plataforma online.

Relatórios Mensais Audiovisuais

 

Metas 2016-2017


Relatórios 

memoria1

Relatório Sistema B 2012

Ver detalle

Relatório Histórico 2011-2015

Ver detalle

Relatório 2016

Ver detalle

Sistema B transparente

O Sistema B é uma fundação sem fins lucrativos cujos resultados e operações são de interesse público. Por isso queremos ser responsáveis e transparentes na prestação de contas a nossos grupos de interesse sobre os resultados que obtemos, nossa gestão de recursos e nossa política de pessoal e de governança.